Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008

Municípios do Uíge contarão com sistemas de captação de água potável


Luanda, 21/02 – Um projecto com vista a levar a água a todos municípios não cobertos, na província do Uíge, tem início a partir deste ano, através de uma restruturação dos sistemas de água de toda a região.

De acordo com o Coordenador do Gabinete Técnico de Gestão dos Projectos dos Programas de Investimentos Públicos (PIP) na província do Uíge, Abraão Gourgel, neste momento, o concurso público levado a cabo para o efeito, está prestes a finalizar.

Consta dos trabalhos do projecto, a construção de um novo sistema que inclui a captação, montagem das adutoras, reabilitação e construção de novos componentes de armazenamento de água, os sistemas de tratamento e a construção de chafarizes.

Segundo apurou a Angop, o projecto aponta as localidades de Vista Alegre, Songo, Quitexe, Bembe, Puri, Cangola, Sanza Pombo, entre outros municípios, como os beneficiários das centrais de captação de água potável.

A execução do projecto está avaliado em dez milhões de dólares e consta do programa de 2007, tendo o Gabinete Técnico assumido a gestão e implementação do referido projecto.

A par deste projecto, o gabinete leva a cabo a execução do programa de abastecimento de água às populações da cidade do Uíge, cuja implementação está a decorrer em parceria com um outro programa denominado “água para todos”.

Considerou que os dois programas complementados vão dar conta das principais lacunas em termos de água na cidade do Uíge e em outros centros urbanos.

A respeito, adiantou ser um trabalho moroso e que requer tempo, mas vai permitir haver uma restruturação fundamental do sistema de água para as localidades.

Fez saber, que de igual modo, foi realizado um outro concurso público para a reabilitação da rede de distribuição da água, a nível da cidade do Uíge, e que a empresa vencedora começa os trabalhos ainda este mês.

“Nós temos água suficiente para abastecer a cidade, mas em função do estado degradante em que se encontra a canalização domiciliar, a solução é mudar a rede na sua totalidade” - referiu Abraão Gourgel”.

Deu a conhecer que o programa de projectos de água no Uíge, prevê, ainda para este ano, concluir 100 sistemas de captação por furos artesiano de águas subterrâneas e chafarizes.

Acrescentou que os 100 furos correspondem a 400 chafarizes, uma vez que cada furo alimenta quatro fontenários.

publicado por Quimbanze às 19:47

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.subscrever feeds

.arquivos

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.arquivos

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31