Sexta-feira, 7 de Novembro de 2008

Chuvas causam avultados prejuízos no Uíje

 

Filipe Eduardo - Jornal de angola

As chuvas torrenciais que se abateram sobre os municípios da Damba, Púri, Quitexe, Cangola, Bembe e Mucaba, na província do Uíje, destruíram cerca de 100 casas, um balanço que, até à última semana de Outubro, era ainda considerado provisório.
As constantes chuvas, que beneficiam os camponeses, são acompanhadas de fortes ventos, o que tem provocado avultados danos materiais.
A nossa equipa de reportagem numa primeira etapa deslocou-se ao Songo, para verificar os danos causados pelas chuvas torrenciais. No segundo dia dia, fomos ao município da Damba, a 163 quilómetros da cidade do Uíje, passando pelo Mucaba.
Informações recolhidas na capital da província davam conta de que a via estava em boas condições e que a chuva seria o único obstáculo.
A cerca de cinco quilómetros da cidade do Uije, o veículo de reportagem foi incapaz de cumprir a missão efomos forçados a mudar de viatura
O primeiro contacto com a estrada veio confirmar as informações recebidas no dia anterior sobre as obras que ainda decorrem. Na localidade do Quica, a cerca de 50 quilómetros da cidade do Uíje, técnicos chineses e jovens angolanos trabalham incansavelmente. Den fato-macaco azul, com algumas manchas de alcatrão, Sílvio Manuel,de 22 anos, mecânico,está há um ano nesta empreitada. Sílvio diz que gosta do que faz, apesar do salário ser muito baixo, apenas 100 dólares por mês.
O que anima Sílvio Manuel é o facto de estar a participar na reconstrução do país e ao mesmo tempo aprender a construir estradas. A chuva que nos acompanha de forma intermitente não tem força suficiente para interromper a dinâmica dos homens que trabalham na estrada.
Cerca de duas horas depois atingimos a sede do município da Mucaba, a 60 quilómetros do Uíje. O administrador em exercício, Manuel Joaquim, afirma que na localidade as chuvas não provocaram danos, apesar de serem frequentes.
Manuel Joaquim faz uma resenha daquilo que constitui prioridade para a vida do município.
Mucaba, com cerca de 69 000 habitantes, distribuídos por uma comuna e 56 aldeias, trabalha para acabar com crianças fora do sistema de ensino, porque as salas novas são 36 , correspondentes a quatro escolas construídas.
Manuel Joaquim dá conta da melhoria, para breve, do sistema de abastecimento de energia eléctrica, fruto da instalação de um gerador de 350 Megawatts.
Também foi reparado o sistema de abastecimento de água, aguardando-se apenas pelo seu arranque.

Famílias ficaram ao relento
na comuna de Kamantambu


As chuvas torrenciais que se abatem sobre a província do Uíje não pouparam a comuna de Kamantambu, município da Damba, deixando ao relendo inúmeras famílias.
Na comuna do Kamantambu, pelo menos 70 residências, construídas com adobes e cobertas de chapas de zinco, foram devastadas pelas chuvas e ventos fortes, enquanto na sede municipal quatro residências tiveram a mesma sorte.
A via que liga Kamantambu à sede municipal ficou igualmente afectada, um facto que impossibilitou à nossa reportagem constactar os prejuízos causados naquela localidade.

Fúria das enxurradas no Púri

No município do Púri, com 50.800 habitantes, foram destruídas pelas chuvas sete casas na sede municipal e doze em algumas aldeias, todas elas construídas de adobes.
Populares da região, contactados pela reportagem do JA, atribuem os danos à baixa vegetação, resultado do abate indiscriminado de árvores, para produzir carvão vegetal, um vazio que permite aos ventos ganharem altas velocidades, sem obstáculos.
Os munícipes afectados, refira-se, receberam chapas de zinco, entregues pelo Minars.

Quitexe ficou também afectado

No município de Quitexe, localizado a 30 quilómetros da capital da província, foram devastadas vinte residências no bairro Quimbinda, a seis quilómetros da sede municipal, onze casas no Quitexe, uma contagem provisória das autoridades locais. Os cidadãos afectados receberam do MINARS chapas, cobertores e roupa.

publicado por Quimbanze às 22:30

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.subscrever feeds

.arquivos

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.arquivos

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31