Sábado, 3 de Novembro de 2007

Uíje - Antigos combatentes beneficiam de projectos agro-pecuários e formação profissional

 

José Bule, no Uíje

Mil e 690 ex-militares estão a ser assistidos desde o terceiro trimestre deste ano, na província do Uíje, pelo Instituto de Reintegração Sócio-profissional de Ex-Militares (IRSEM).
Os ex-militares beneficiam de projectos agro-pecuários e de formação profissional, que estão a ser implementados nos municípios de Negage, Uíje, Sanza Pombo, Púri e Bungo.
Segundo uma fonte do Instituto de Reintegração Sócio-profissional de Ex-Militares (IRSEM), nas referidas localidades estão a ser implementados cinco projectos agro-pecuários e de trabalhos comunitários e um de formação profissional.
O chefe do serviço provincial do Instituto de Reintegração Sócio-profissional de Ex-Militares esclareceu que um projecto agro-pecuário, denominado Kiana, está a ser executado nos municípios do Negage e Uíje, com a parceria da Caritas.
No Negage foram investidos mais de 85 mil dólares, para cerca de 200 beneficiários, enquanto que no município do Uíje o projecto, avaliado em 292 mil 109 dólares, permite que sejam assistidos mais 800 ex-militares.
Um outro projecto agro-pecuário e de trabalho comunitário, denominado Luzito, está em execução no município de Sanza Pombo, com a parceria da Associação da Mocidade Cristã. O referido projecto está avaliado em 109 mil 580 dólares e vai beneficiar cerca de 260 pessoas.
De acordo com Afonso Carlos, nos municípios do Púri e Bungo encontram-se em execução os projectos Futuro Seguro e Tutondele, avaliados, respectivamente, em 50.927.71 e 87.751.01 dólares.
Cerca de 119 desmobilizados do Púri e 191 do Bungo vão beneficiar dos referidos projectos.
Por seu turno, a paróquia de S. José Operário do Negage está a implementar um projecto de formação profissional, denominado Tunga, orçado em 148.413.33 dólares, para cerca de 120 ex-militares e suas respectivas famílias.
O chefe do serviço provincial do Irsem, Afonso Carlos, avançou que mais três programas de reintegração de desmobilizados encontram-se em fase de tramitação, nomeadamente os projectos agro-pecuários de Tuku, Miaza, e Lusadiso. Os mesmos serão implementados nos municípios de Kangola, Damba, Buengas, Milunga, Songo, Bembe e Ambuíla, localidades onde se prevê assistir cerca de 752 ex-militares.
Os projectos Renascer, Salu e Kilumbo, a serem implementados nos municípios de Maquela do Zombo, Quimbele e Quitexe, foram já aprovados, estando o arranque dos mesmos condicionado ao financiamento. Mais de 500 ex-militares serão assistidos durante a execução dos referidos projectos.
De referir que, durante o período em referência, cerca de 402 kits diversos foram já distribuídos aos ex-militares, que se encontram concentrados nos municípios do Púri, Kangola, Quitexe, Songo, Bembe, Ambuíla, Buengas, Damba e Maquela do Zombo.

Jornal de Angola

publicado por Quimbanze às 21:52

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.subscrever feeds

.arquivos

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.arquivos

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31