Quarta-feira, 28 de Julho de 2010

Rede de pessoas vivendo com HIV/Sida notifica dois casos positivos

 

Uíge - A rede provincial de pessoas vivendo com HIV/Sida no Uíge notificou, durante os últimos sete dias, dois casos de Hiv/Sida positivos, como resultado dos testes realizados durante a 14ª edição das festas da cidade do Uíge.

Segundo o coordenador provincial da rede, Bernardo Adolfo de Andrade, trata-se de um casal, das 788 pessoas que aderiram ao teste voluntário de HIV/SIDA.

 

“Quando nos aparece um caso destes, encaminhamos logo para o centro de aconselhamento e testagem voluntário para se determinar se já está em altura ou não de fazer o seguimento anti-retroviral”, esclareceu.

 

Deu a conhecer que durante o ano transacto registou-se maior adesão de pessoas para testar o seu estado serológico, com registo 200 testes voluntários, dos quais três eram positivos.

Reconheceu a participação dos jovens aos CTVs, fruto de várias acções de sensibilização que os activistas têm promovido para explicar as causas da doença, suas consequências e como se prevenir.

Alberto de Andrade informou que durante o período em análise foram distribuídos dois mil preservativos, dois mil 300 panfletos e igual número de folhetos, com vista a passar informações necessárias à população. 

O responsável esclareceu que a rede de pessoas vivendo com HIV/Sida na província do Uíge controlava 517 pessoas seropositivas.

 

A rede de pessoas vivendo com VIH/Sida trabalha no Uíge desde Outubro de 1997 e tem representações nos municípios do Uíge, Negage, Ambuíla, Songo, Quitexe e Sanza Pombo.

 

 

 

Angop
publicado por Quimbanze às 07:48

link do post | comentar | favorito

Polícia detém 49 supostos criminosos nos últimos sete dias

Polícia detém 49 supostos criminosos nos últimos sete dias

Uíge - Quarenta e nove cidadãos de nacionalidade angolana suspeitos na prática de 43 crimes foram detidos pela Polícia Nacional, no período de 6 á 13 de Julho corrente, na província do Uíge.

 

 

Os dados vêm expressos num relatório da corporação sobre a situação delituosa a que a Angop teve acesso hoje, onde informa o aumento de 18 detidos em relação ao período anterior.

 

 

A corporação aponta que os crimes cometidos se caracterizam em violação, homicídios involuntários, furtos, ofensas corporais graves e exercício ilegal de actividade farmacêutica.

 

 

Os municípios do Uíge, Sanza Pombo, Negage, Bungo, Quitexe e Songo, foram apontados como as localidades mais delituosas, destacando-se o município do Uíge com 32 crimes de natureza diversa.

 

 

Durante o período, foram também registados sete acidentes de viação, contra 12 anteriores, classificados em colisões entre veículos automóveis, capotamentos, atropelamentos e despistes, que resultaram em dois mortos e danos materiais avaliados em 45.480.00 kwanzas.
publicado por Quimbanze às 07:47

link do post | comentar | favorito

Comuna da Aldeia Viçosa

Administração incentiva aumento na produção na Aldeia Viçosa

Uíge - A Administração Comunal da Aldeia Viçosa, município do Quitexe,  está a trabalhar,  desde o princípio do corrente ano, na sensibilização da população para o aumento da produção agrícola, no âmbito Programa do Governo de Combate à Fome e à Pobreza nas comunidades.

 

O administrador comunal de aldeia Viçosa, Mateus Pedro,  que anunciou o facto hoje,  quinta-feira,  à Angop, disse que a população da comuna está a corresponder com as expectativas, estando já a trabalhar para o aumento dos campos de cultivo.

 

"O maior problema que enfrentamos no ramo de agricultura é a falta de máquinas de lavoura, para preparação dos campos de cultivo, de modo que os camponeses não produzam só para o auto-sustento. Até agora continuam a trabalhar com instrumentos
rudimentares (enxadas e catanas) ”, frisou.

 


Mateus Pedro afirmou,  por outro, que estão também a mobilizar os camponeses para se organizarem em associações com vista a progredir para cooperativa de produção agrícola.

 

A comuna da Aldeia Viçosa, 65 quilómetros a sul da cidade do Úige, é composta por cinco regedorias, 20 povoações e com uma população estimada em nove mil 72 habitantes maioritariamente camponesa que produz mandioca, amendoim, milho, batata-doce, banana e diversas hortícolas.

 

Angop

publicado por Quimbanze às 07:44

link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.subscrever feeds

.arquivos

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.arquivos

. Outubro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Abril 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Junho 2009

. Abril 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.Outubro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31